Os personagens da literatura brasileira estão abaixo da situação – Olavo de Carvalho

“Em geral, os personagens da literatura brasileira estão abaixo da situação, eles são pessoas que não conseguem lidar com a situação, eles são vítimas da situação, eles não se levantam contra ela. Quando você vê o Raskolnikov, ou o Julien Sorel, em O Vermelho e o Negro, é claro que eles erram e são derrotados no final. Mas eles se levantam contra a situação, eles são ativos, eles não são vítimas inermes. Isso é raríssimo na literatura brasileira. Eu vejo algumas exceções nos livros do José Geraldo Vieira, aparece às vezes algum personagem mais notável, ou na história do Guimarães Rosa, A Hora e Vez de Augusto Matraga, que é um sujeito que realmente não aceita a situação, ele se levanta contra ela. Em geral, quando você vê aparecer o elemento de não aceitação ou de inconformidade, é uma inconformidade padronizada, identificada com movimento político ou com qualquer coisa assim, onde você escapa duma comunidade para entrar em outra e se tornar dentro dela ainda mais servil do que você era.

Por exemplo, as humilhações e as autonegações, as negações da própria consciência que o Partido Comunista exige das pessoas são muito mais drásticas do que qualquer patrão burguês exigiria de quem quer que fosse. Não tem patrão que exija, que coloque para você uma coisa como aquela do Groucho Marx: “afinal você vai acreditar em mim ou nos seus próprios olhos?” – o Partido Comunista exige isso. “Você quer lutar contra a sociedade burguesa, nós te ajudamos, só que você tem que abdicar da sua consciência, você tem que viver do jeito que nós vivemos. Se você ver um treco que nós não gostamos, nós vamos ter que fazer você jurar que você não viu.”

O PT faz isso a todo momento. O PT faz as pessoas negarem aquilo que elas sabem que é verdade. Quando aquele vagabundo daquele Giancarlo Summa discutiu comigo no O Globo, dizendo “Ah, o Foro de São Paulo não tem poder decisório, é um clube de debates.” – você já viu um clube de debates emitir resolução subscrita por todos os membros? Quer dizer, o cara sabe que ele tá mentindo, mas o partido o mandou dizer aquilo, então ele tem que negar o que ele está vendo. Esse tipo de revolta contra a sociedade não é uma revolta, é uma alienação elevada ao cubo.”


Olavo de Carvalho – Curso online de filosofia: aula 004, 18/04/2009.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: