Atos singulares observados não são a realidade, são dados da realidade, aspectos separados da consciência clara da Presença Total – Olavo de Carvalho

“A opinião dos sábios não é a medida extrema do conhecimento. Para cima deles existe uma autoridade superior, que é a própria realidade. A opinião dos sábios não é uma comunidade acadêmica que ensina para onde se deve olhar. A opinião dos sábios é um cruzamento de olhares que vai abrir milhares de possibilidades diferentes. Você não vai disciplinar seu olhar para olhar de certa maneira, não se trata disso. Isso a comunidade acadêmica já faz; quando te ensinam o chamado método científico, já estão fazendo isso. O conjunto dos sábios vai mostrar que a coisa é muito mais complicada; que cada um desses olhares, por mais aperfeiçoado que seja, por mais exato que seja, é somente um possível e que se pode cruzá-los de muitas outras maneiras.

Quando chega um momento em que você viu todos esses olhares cruzados, então você sabe o quê? O que a humanidade sabe sobre aquilo. Se você pegar o conjunto do que esses sábios sabem, este é o conjunto do que a humanidade sabe. Ninguém sabe mais nada além disso. Então, daqui para diante, o meu diálogo não é mais com a ciência humana, é com a realidade mesma. E a realidade mesma não são esses fatos singulares observados. Fatos singulares observados não são a realidade, são dados da realidade, aspectos da realidade. Separados da consciência clara da Presença Total, eles podem se tornar fetiches, como se tornaram para Bacon ou Kant. São fetiches matematicamente exatos, mas são apenas fetiches. O que está faltando no pensamento ocidental inteiro nos últimos séculos é exatamente esse negócio do Louis Lavelle, a consciência da Presença Total — eles não têm mais acesso a isto. A Presença Total é uma coisa pela qual eles passam raspando e já vão prestar atenção em alguma coisa em particular; nunca se lembram de voltar a esse fundo permanente da presença. E é isso que nós vamos tentar restaurar aqui. Se não tem isso, todos os conhecimentos humanos se tornam fetiches e motivo de alienação.

(…) Essa escalada das determinações — aonde você vai passando por cima do ambiente familiar, do ambiente social, do ambiente cultural etc., até você pegar essa dimensão da cultura humana tomada no seu sentido mais alto — tudo isso só tem uma finalidade: quando chegar lá no topo, de repente você abre os olhos e tem um negócio chamado realidade. E isso existe mesmo. Claro que não precisa chegar ao topo para perceber isso. Você vai perceber isso muitas vezes. Essa escalada lhe dará apenas os meios simbólicos e linguísticos de você conservar essa experiência, porque a experiência da Presença Total todo mundo tem. O Lavelle diz que é a primeira experiência. Nós lemos aqui dois parágrafos do Louis Lavelle. O Louis Lavelle é um filósofo tão denso que você pode viver na base de alguns parágrafos dele. Quanto mais você espremer, mas vai sair dali de dentro. Por exemplo, quando ele diz que a Presença Total é a primeira experiência, a base de todas elas e o que dá importância a todas elas — você pode voltar a esse parágrafo um milhão de vezes e você verá que é assim mesmo—, e quando ele fala naqueles momentos — em outro texto que nós lemos dele, logo no começo, quando eu estava falando do necrológio — em que você percebe a sua vida no encaixe dela com a realidade, e tudo te parece tão certo ali, que é como se você mesmo estivesse escolhido aquilo: articule esses dois parágrafos. Quando ele diz que “o segredo consiste em você conservar esses momentos, incorporá-los no seu ser”. Todo esse aprendizado, todo o conjunto de estudos, meditações etc., tudo isso é para você aprender a conservar a experiência da Presença Total de maneira cada vez mais consciente e diferenciada.”


Olavo de Carvalho – Curso online de filosofia: aula 012, 27/06/2009.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: